NOTÍCIAS

25/11/2016 | 08h35

Dezembro Laranja: HCAA é parceiro de campanha contra o câncer de pele

Sociedade Brasileira de Dermatologia realizará ‘Dia C’ contra o câncer de pele em ação que ocorrerá simultaneamente em todo o País

|
Compartilhe:

No próximo sábado, dia 26/11/16, das 9 às 15h, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove, em todo o Brasil, o Dia C – Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele. Na ocasião, cerca de 3000 dermatologistas voluntários, realizarão consultas gratuitas em 129 postos de atendimento, em 24 estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. A previsão é que mais de 30 mil pessoas sejam atendidas durante a mobilização. O atendimento será restrito para análise, diagnóstico e tratamento de câncer da pele.

Aqui em Mato Grosso do Sul, os atendimentos serão realizados no Hospital Universitário por uma equipe de Dermatologistas. Após as consultas, pacientes com suspeita de câncer de pele serão encaminhados para o Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão (HCAA), para realização de biópsia, diagnóstico e tratamento. Os seguimentos serão agendados para que os pacientes possam receber os tratamentos.

Sobre o Dia C

O Dia C é um dia de voluntariado da SBD com objetivo de identificar precocemente o câncer de pele, evitando danos ou mutilações mais profundas.  Pretende-se também reforçar a importância do uso do protetor solar durante todos os dias do ano, independente da estação. Desde a sua implementação, em 1999, a campanha da SBD atingiu 538.687 pessoas. 
Em Campo Grande a coordenadora da campanha é a médica dermatologista Melina Quintella, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

#DezembroLaranja

No próximo mês, a Sociedade Brasileira de Dermatologia promove o Dezembro Laranja, que objetiva alertar a população para a prevenção ao câncer da pele. A ação prevê um alerta ao tipo de câncer mais incidente no Brasil, com 176 mil novos casos ao ano.

  O que é o câncer da pele

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra, a cada ano, 135 mil novos casos e o câncer da pele responde por 25% de todos os diagnósticos de câncer no Brasil. O tipo mais comum, o não melanoma, tem letalidade baixa, mas os números alarmam os especialistas. A exposição excessiva ao sol é a principal causa da doença. Nos Estados Unidos, a Academia Americana de Dermatologia estima que haja dois milhões de casos novos a cada ano. A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Estas células se dispõem formando camadas e, de acordo com a camada afetada, definimos os diferentes tipos de câncer. Os mais comuns são os carcinomas basocelulares e os espinocelulares. Mais raro e letal que os carcinomas, o melanoma é o tipo mais agressivo de câncer da pele.

A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento de tumores cutâneos, e a maioria dos casos está associada á exposição excessiva ao sol ou ao uso de câmaras de bronzeamento. Apesar da incidência elevada, o câncer da pele não-melanoma tem baixa letalidade e pode ser curado com facilidade se detectado precocemente. Por isso, examine regularmente sua pele e procure imediatamente um dermatologista caso perceba pintas ou sinais suspeitos.

Sinais e sintomas

O câncer da pele pode se assemelhar a pintas, eczemas ou outras lesões benignas. Assim, conhecer bem a pele e saber em quais regiões existem pintas faz toda a diferença na hora de detectar qualquer irregularidade. Somente um exame clínico feito por um médico especializado ou uma biópsia podem diagnosticar o câncer da pele, mas é importante estar sempre atento aos seguintes sintomas:

·         Uma lesão na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente;

·         Uma pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho;

·     Uma mancha ou ferida que não cicatriza, que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento.

 
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia

Serviço

Pauta: Dia C- Mutirão de atendimentos contra o câncer de pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Local: Hospital Universitário do Mato Grosso do Sul- Serviço de Dermatologia do Dr. Günter Hans 
Endereço: Av. Senador Felinto Muller, S/N - Vila Ipiranga - Campo Grande/MS
Contato/Fonte: Dra. Melina Quintella, médica Dermatologista, Coordenadora da campanha em Campo Grande- Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Cel: 9 9915-9916. Tel: 3015-3016
HCAA: Dr. Willer Fontanelli- médico oncologista HCAA. Cel: 9 9242-2003

 

Tag3 - Desenvolvimento Digital