NOTÍCIAS

10/07/2020 | 08h56

HCAA recebe 18 novos leitos de UTI como retaguarda a pacientes não COVID 19

Os 18 leitos irão desafogar hospitais que tratam a COVID19

|
Compartilhe:

O Hospital de Câncer Alfredo Abrão terá 18 novos leitos de UTI para pacientes não Covid19. Os leitos foram entregues pelo Secretário Estadual de Saúde, Prefeito de Campo Grande, Secretário Municipal de Saúde, recebidos pela diretoria do HCAA.

Essa foi uma parceria firmada entre o HCAA, Governo e Prefeitura de Campo Grande. A intenção é  absorver a demanda de pacientes em estado grave e desafogar outros hospitais como a Santa Casa de Campo Grande e o Hospital Regional Rosa Pedrossian (HRMS), que atualmente é referência para atendimento de pacientes com coronavírus (Covid-19).

Durante a entrega, o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende destacou o atual cenário no Estado e a importância da união de esforços. “Estamos aqui celebrando uma conquista. A pandemia traz um dispenso ruim em vários setores, como o da economia, que todos já sabemos, afinal estamos vivendo uma crise enorme em todo o planeta. Na saúde precisamos possibilitar a cada um de Mato Grosso do Sul que ninguém fique sem atendimento por falta de leitos e de UTIs. Precisamos, como gestores, nos dar as mãos contra esse inimigo único que é coronavírus”.

O prefeito Marquinhos Trad destacou a necessidade de parcerias no enfrentamento à pandemia. “Agradeço ao Governo do Estado e ao secretário e a todos os homens da saúde pública. A nossa parte está sendo feita e nós precisamos agora do apoio de todos”.

Do mesmo modo, o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, afirmou que a iniciativa poderá trazer benefícios à Capital. “Esperamos que esses leitos sejam um legado pós-pandemia. O Hospital de Câncer tem sido grande parceiro nessa luta”.

O presidente do Hospital de Câncer, Amilcar Silva Júnior, agradeceu o apoio. “Essa doença atingiu o mundo todo e em Campo Grande não é diferente. Estamos abrindo nossa instituição para atendimento à população em 18 UTIs”.

Dos 18 leitos, a SES disponibilizou nove respiradores, e por parte da gestão municipal, foram entregues mais nove. O restante da estrutura é do HCAA. A estratégia inicial é que sejam encaminhados para o hospital os casos não Covid-19 no objetivo de desafogar, por exemplo, os leitos do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul. 

Tag3 - Desenvolvimento Digital