NOTÍCIAS

01/10/2020 | 13h05

Outubro Rosa é aberto pelo Hospital Alfredo Abrão e Rede Feminina

Este ano sem a campanha de exames devido a Pandemia

|
Compartilhe:


O Hospital de Câncer Alfredo Abrão e a Rede Feminina de Combate ao Câncer, realizaram a abertura simbólica do Outubro Rosa neste primeiro de outubro, Com a presença de autoridades e tomando todos os cuidados preventivos à Covid-10.

Neste ano a campanha de prevenção ao Câncer de Mama será apenas online, não haverá exames para a população por conta da pandemia, mas o  HCAA continua fazendo as mamografias quando encaminhadas, via posto de saúde.

Para Amilcar Silva Junior, presidente da Fundação Carmen Prudente, mantenedora do hospital “este ano, infelizmente não teremos a campanha com exames de livre demanda para a população, precisamos respeitar as medidas de prevenção vigentes, mas estamos com atendimento normalizado via regulação tanto para exames quanto para tratamento”.

O “Outubro Rosa” é o mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama. Promovida anualmente, a campanha visa compartilhar informações e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

A medida visa multiplicar o acesso ao exame, dentro das recomendações preconizadas para as mulheres realizando o rastreamento para o diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura.  

O movimento internacional intitulado “Outubro Rosa” nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama.


Sobre o câncer de mama

 

O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, outros não. Relativamente raro antes dos 35 anos, a incidência cresce progressivamente após esta idade, especialmente após os 50 anos.


Estatísticas


De acordo com o INCA, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil (depois do de pele não melanoma) respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Estimativa 2020 aponta 66.280 casos novos de câncer de mama no Brasil, sendo 850 casos novos no Mato Grosso do Sul e 250 em Campo Grande.

Em média são realizados no HCAA cerca de 9.600 procedimentos por ano (cirurgias, quimioterapias, radioterapias, consultas, etc) no segmento. No hospital 60% das quimioterapias são para mulheres em tratamento com câncer de mama. Quando detectados no início há grandes chances de cura.


Tag3 - Desenvolvimento Digital