NOTÍCIAS

17/03/2020 | 11h21

Para garantir bem estar de pacientes e colaboradores, Alfredo Abrão estabelece medidas de prevenção contra o COVID-19

Hospital toma medidas preventivas para proteger pacientes e colaboradores

|
Compartilhe:

Estamos vivendo uma Pandemia Mundial o COVID-19, coronavírus, avança a passos largos pelo Brasil afora, em Mato Grosso do Sul já são 2 casos confirmados. O Hospital de Câncer Alfredo Abrão iniciou um programa de prevenção frente ao avanço do vírus, restrição de acompanhantes e diminuição dos horários de visita aos pacientes são algumas dessas medidas.

Visando o bem estar do paciente, a não disseminação do vírus e ao mesmo tempo tentando um melhor atendimento a todos, as medidas de precaução terão duração de 30 dias iniciais com avaliação semanal por parte da diretoria. Para o paciente oncológico, as medidas são iguais como que para todos, apenas com um maior cuidado, pois sabemos que a maioria desses pacientes encontram-sem nos grupos de risco, de pessoas com doenças crônicas e acima de 60 anos.

O Diretor Clínico do Hospital, Dr João Paulo Vendas esteve em São Paulo no último fim de semana em um congresso e trouxe informações mais detalhadas sobre a doença “A transmissão do vírus agora tem uma nova fase, antes eram apenas pessoas que chegaram de viagem que transmitiam a doença, agora a transmissão é feita de contaminado para pessoa saudável,  ou seja, qualquer pessoa com sintomas respiratórios, febre ou tosse pode estar contaminada. O contato do Coronavírus é muito mais elevado do que numa gripe normal, uma pessoa com gripe faz o contágio de mais uma pessoa, uma pessoa com o COVID-19 chega a contaminar até 4 pessoas, por isso a importância de se evitar locais de grande aglomeração de pessoas e se prevenir”.

Sendo assim, algumas medidas estão em vigor a partir desta segunda-feira, 16, no HCAA:

?     Não permitir entrada e saída de pacientes e acompanhantes no setor da enfermaria e quimioterapia, sem autorização;

?     Não será permitida entrada ou permanência de acompanhante ou funcionários com sintomas respiratórios;

?     Restrição da visita de grupos religiosos e culturais;

?     Todos os colaboradores deverão usar máscara cirúrgica;

?     Todos os profissionais de saúde devem usar os EPIs recomendados (máscara cirúrgica, avental e luvas descartáveis). Em caso de suspeita de paciente com infecção pelo COVID-19, usar máscara N95;

?     Todos os colaboradores devem tomar a dose da vacina contra influenza (gripe comum);

?     Reavaliar atividades que necessitem de circulação dos voluntários;

?     Diminuição dos horários de visita e da quantidade de visitantes.

 

Segundo o Diretor Geral do Hospital, DR. Gustavo Medeiros “esse plano de prevenção se fez necessário para a garantia do bem estar de pacientes e colaboradores do HCAA, sabemos que pode ocorrer um aumento no número de casos daqui pra frente e essas medidas preventivas serão aplicadas para que os pacientes oncológicos estejam mais protegidos do COVID-19”.

 

Tag3 - Desenvolvimento Digital